Logline - Sua História em uma Frase

Por Sandro Massarani Um dos primeiros passos do escritor ao se deparar com a idéia de criar uma história, é defini-la da maneira mais objetiva possível. Se o autor não consegue resumir a história em uma frase, significa que sua obra não está ou será bem estruturada, e provavelmente resultará em algo confuso. A essa frase que sintetiza toda a história, damos o nome de Logline. Mesmo os filmes menos comerciais (chamados artísticos ou literários), se forem bem construídos, conseguem ser resumidos em uma frase. Em Hollywood, os escritores de cinema enviam suas Loglines para os seus agentes, e estes mostram essas frases aos produtores, o que é chamado de "pitch". Caso haja algum interesse, o script inteiro é enviado. Como no Brasil não existe nada parecido com isso, a Logline é feita para nos ajudar a escrever a obra, seja ela voltada para o cinema, para os quadrinhos, livros, teatro, etc. Faça a seguinte pergunta: Sobre o que estou escrevendo? Então passe para o papel em apenas uma frase. *** Vamos utilizar dois exemplos de filmes bem conhecidos para aprofundarmos a explicação: Título: Rocky - Um Lutador Logline: Fracassado lutador de boxe da Filadélfia, apaixonado por tímida vendedora,  recebe oportunidade de lutar pelo título mundial contra um arrogante campeão, em comemoração ao bicententário de independência dos EUA. Título: Titanic Logline: Infeliz aristocrata noiva se apaixona por pintor boêmio de classe inferior dentro do Titanic, pouco antes do seu naufrágio. Título: Primeiramente, a Logline deve ser acompanhada de um título. O título não precisa estar dentro da frase, mas deve ser um título forte o suficiente para chamar a atenção e que também fale um pouco da história. Nos exemplos, tanto Rocky quanto Titanic são títulos apropriados, que dizem muito sobre o enredo. Evite títulos muito extensos, a não ser que seja uma obra de comédia. O título também pode ser misterioso, adquirindo sentido ao longo do filme ou quem sabe, somente no seu final. Títulos desse tipo são difíceis de serem elaborados. Tenha cuidado. Gancho: O gancho seria algo utilizado na escrita da obra que faça o leitor ou espectador ser fisgado e estimule sua curiosidade. Na Logline um bom gancho é fundamental, e geralmente vem carregado de ironia e contradições em relação à sociedade cotidiana. Em Rocky, o gancho está no fato de um fracassado conseguir uma chance de disputar o título. Ele conseguirá vencer? Esse tipo de luta nunca aconteceria em situações normais, mas é a comemoração da independência dos EUA, a "terra das oportunidades". Em Titanic é o caso de uma nobre rica se interessar por alguém de classe inferior. Quando ela encontra o amor de sua vida, o navio afunda. Irônico. Adjetivos: É importante definirmos os personagens principais com adjetivos. Lembre-se que a Logline não é um extenso resumo da sua obra, e sim a essência de sua história e de seus conflitos. Fracassado, tímida, aristocrata. Use adjetivos que imediatamente criem uma imagem na cabeça. Por favor, evite adjetivos incomuns. Audiência e Custo: Blake Snyder, em seu livro Save the Cat, recomenda que uma boa Logline nos dê uma forte noção de qual tipo de audiência e qual o custo da obra (nesse caso principalmente em relação ao cinema). Sabemos que ambos os filmes usados como exemplo não terão custos muito baixos, mas filmar Titanic exigirá grandes investimentos. Uma luta de título mundial custa dinheiro para filmar, porém menos que uma réplica bem feita do interior do Titanic junto com os efeitos especiais usados para fazer o seu exterior. Titanic é até hoje um dos filmes mais caros já feitos, custando mais de US$200.000.000,00. Pela Logline devemos saber se a obra se direcionará a um público mais jovem ou não, terá apelo a determinado grupo ou não. Hoje em dia, grande parte dos blockbusters são feitos tendo em mente adolescentes masculinos, que privilegiam ação e efeitos especiais. São esses adolescentes que enchem as salas de cinema e dão lucros aos produtores e envolvidos. *** Agora já temos uma boa noção de como fazer uma Logline que nos dê uma ideia do que será o filme e mostre suas possibilidades. Não se esqueça de fazer alguns exercícios, escrevendo loglines após ver ou ler uma obra.
tópicos sobre narrativa, roteiros e mundos virtuais
Além do Cotidiano
Além do Cotidiano
tópicos sobre narrativa, roteiros e mundos virtuais

Logline - Sua História em uma Frase

Por Sandro Massarani Um dos primeiros passos do escritor ao se deparar com a idéia de criar uma história, é defini-la da maneira mais objetiva possível. Se o autor não consegue resumir a história em uma frase, significa que sua obra não está ou será bem estruturada, e provavelmente resultará em algo confuso. A essa frase que sintetiza toda a história, damos o nome de Logline. Mesmo os filmes menos comerciais (chamados artísticos ou literários), se forem bem construídos, conseguem ser resumidos em uma frase. Em Hollywood, os escritores de cinema enviam suas Loglines para os seus agentes, e estes mostram essas frases aos produtores, o que é chamado de "pitch". Caso haja algum interesse, o script inteiro é enviado. Como no Brasil não existe nada parecido com isso, a Logline é feita para nos ajudar a escrever a obra, seja ela voltada para o cinema, para os quadrinhos, livros, teatro, etc. Faça a seguinte pergunta: Sobre o que estou escrevendo? Então passe para o papel em apenas uma frase. *** Vamos utilizar dois exemplos de filmes bem conhecidos para aprofundarmos a explicação: Título: Rocky - Um Lutador Logline: Fracassado lutador de boxe da Filadélfia, apaixonado por tímida vendedora,  recebe oportunidade de lutar pelo título mundial contra um arrogante campeão, em comemoração ao bicententário de independência dos EUA. Título: Titanic Logline: Infeliz aristocrata noiva se apaixona por pintor boêmio de classe inferior dentro do Titanic, pouco antes do seu naufrágio. Título: Primeiramente, a Logline deve ser acompanhada de um título. O título não precisa estar dentro da frase, mas deve ser um título forte o suficiente para chamar a atenção e que também fale um pouco da história. Nos exemplos, tanto Rocky quanto Titanic são títulos apropriados, que dizem muito sobre o enredo. Evite títulos muito extensos, a não ser que seja uma obra de comédia. O título também pode ser misterioso, adquirindo sentido ao longo do filme ou quem sabe, somente no seu final. Títulos desse tipo são difíceis de serem elaborados. Tenha cuidado. Gancho: O gancho seria algo utilizado na escrita da obra que faça o leitor ou espectador ser fisgado e estimule sua curiosidade. Na Logline um bom gancho é fundamental, e geralmente vem carregado de ironia e contradições em relação à sociedade cotidiana. Em Rocky, o gancho está no fato de um fracassado conseguir uma chance de disputar o título. Ele conseguirá vencer? Esse tipo de luta nunca aconteceria em situações normais, mas é a comemoração da independência dos EUA, a "terra das oportunidades". Em Titanic é o caso de uma nobre rica se interessar por alguém de classe inferior. Quando ela encontra o amor de sua vida, o navio afunda. Irônico. Adjetivos: É importante definirmos os personagens principais com adjetivos. Lembre-se que a Logline  não é um extenso resumo da sua obra, e sim a essência de sua história e de seus conflitos. Fracassado, tímida, aristocrata. Use adjetivos que imediatamente criem uma imagem na cabeça. Por favor, evite adjetivos incomuns. Audiência e Custo: Blake Snyder, em seu livro Save the Cat, recomenda que uma boa Logline nos dê uma forte noção de qual tipo de audiência e qual o custo da obra (nesse caso principalmente em relação ao cinema). Sabemos que ambos os filmes usados como exemplo não terão custos muito baixos, mas filmar Titanic exigirá grandes investimentos. Uma luta de título mundial custa dinheiro para filmar, porém menos que uma réplica bem feita do interior do Titanic junto com os efeitos especiais usados para fazer o seu exterior. Titanic é até hoje um dos filmes mais caros já feitos, custando mais de US$200.000.000,00. Pela Logline devemos saber se a obra se direcionará a um público mais jovem ou não, terá apelo a determinado grupo ou não. Hoje em dia, grande parte dos blockbusters são feitos tendo em mente adolescentes masculinos, que privilegiam ação e efeitos especiais. São esses adolescentes que enchem as salas de cinema e dão lucros aos produtores e envolvidos. *** Agora já temos uma boa noção de como fazer uma Logline que nos dê uma ideia do que será o filme e mostre suas possibilidades. Não se esqueça de fazer alguns exercícios, escrevendo loglines após ver ou ler uma obra.